top of page

Síndrome da Pele Escaldada do Recém-Nascido (SSSS)

A síndrome da pele escaldada do recém-nascido, também conhecida como doença de Ritter, é caracterizada pelo desnudamento da pele causada por exotoxinas produzidas por algumas cepas do Staphylococcus aureus, tipicamente de um local distante.



Epidemiologia. Há um predomínio da doença em crianças, sobretudo nos países em desenvolvimento, onde a incidência de infecções estafilocócicas é maior. A incidência é de 9-25 crianças por 100.000. A taxa de mortalidade em crianças é muito baixa (1-5%), a menos que sepse ou uma condição médica grave estejam associadas. Mas, a mortalidade é alta em adultos.



Fisiopatologia. O Staphylococcus aureus produz exotoxinas exfoliativas A (ETA) ou B (ETB), sendo ambas proteases do tipo tripsina que digerem a desmogleina-1, uma caderina que medeia a adesão de queratinócitos na epiderme deixando a pele eritematosa. Induzem a clivagem da epiderme ao nível da camada granular, resultando em acantólise e formação de bolhas.

whatsapp-icone-2.png
bottom of page