User menu

Doença de Grover

 

Dermatose acantolítica transitória ou doença de Grover não é uma condição incomum, mas que necessita de alto grau de suspeição, o que a torna muitas vezes subdiagnosticada.
Geralmente se apresenta como uma doença benigna e auto-limitada, apesar de adquirir caráter persistente algumas vezes.

Etiologia: Ainda desconhecida, mas alguns fatores têm sido relacionados à sua causa ou exacerbação, como sudorese, calor, stress, trauma local, e eczema, principalmente, eczema atópico.

Epidemiologia: Por se tratar de uma doença frequentemente subdiagnosticada e confundida comumente com outras dermatoses, não há muitos estudos de prevalência para a doença. 
É três vezes mais comum em homens que em mulheres, principalmente em homens brancos de meia idade, acima de 50 anos, apesar de haver descrições em outras raças como negros e hispânicos, e em pacientes mais jovens.

Quadro clínico: Pápulas eritematosas, muitas vezes queratósicas, que aparecem subitamente e não coalescem, em face anterior de tórax e ou parte superior do dorso. Um sintoma importante da dermatose é o prurido, que pode ser intenso. Normalmente se resolvem em algumas semanas a meses, e usualmente têm caráter recorrente, ou podem ser persistentes. Podem se apresentar lesões orais, semelhantes a aftas, durante os surtos da doença. 
Ocasionalmente, podem ser vistas lesões pustulosas, vesiculares ou seguindo as linhas de Blaschko.
O diagnóstico é suspeitado pela clínica que deve ser confirmado pela histologia. A histopatologia evidenciará acantólise suprabasal focal e disqueratose, podendo ser indistinguível do histopatológico do pênfigo vulgar,  Hailey-Hailey e/ou Doença de Darier.

Tratamento: Atividades que induzam a sudorese profusa ou calor excessivo devem ser evitadas. 
Corticóides tópicos potentes podem ser efetivos em diminuir a inflamação e melhorar o prurido. Há relatos de benefícios também com uso do calcipotriol. 
Para os casos refratários, acitretina ou isotretinoína oral 40mg/dia por 12 semanas podem ser efetivos. Porém há casos que são resistentes a todas as formas terapêuticas.

 

Dermatose acantolítica transitória ou doença de Grover não é uma condição incomum, mas que necessita de alto grau de suspeição, o que a torna muitas vezes subdiagnosticada.
Geralmente se apresenta como uma doença benigna e auto-limitada, apesar de adquirir caráter persistente algumas vezes.

ETIOLOGIA: Ainda desconhecida, mas alguns fatores têm sido relacionados à sua causa ou exacerbação, como sudorese, calor, stress, trauma local, e eczema, principalmente, eczema atópico.

Subscrever RSS - Doença de Grover
Back to Top